Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Slide 1
Página Inicial Notícia

racismo estrutural 15/08/2022 A educação é a primeira porta para enfrentar o racismo estrutural

A educação é a primeira porta para enfrentar o racismo estrutural

O período de 2020 a 2030 foi definido pela ONU como a "Década da Ação", que exige a apresentação de soluções práticas, inovadoras e integradas para potencializar e acelerar o alcance dos objetivos e metas da Agenda 2030, e acabar com a desigualdade racial corresponde ao 10° dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).
Visando promover práticas de combate à desigualdade de raça nas escolas, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação, promoveu hoje (12/08), um evento voltado à “Trajetória do Africano em Território Brasileiro”, para a conscientização da rede e a capacitação dos professores na abordagem do tema em sala de aula, com o objetivo de gerar pertencimento aos alunos no combate ao racismo, acabando com a desigualdade racial nas escolas.
O ciclo de formação de hoje teve como palestrante o professor, ator, historiador e pesquisador Natanael dos Santos, que junto ao quinteto Liberdade Liberdade proporcionaram aos presentes e a quem acompanhou on line, uma linda apresentação de música e de história com base no tema. A formação foi realizada em parceria com a UNDIME e a Editora Baobá, com apoio do Polo de Grande SP/Norte.
Mesmo contando com a presença de muitos professores (as), o evento foi transmitido ao vivo para que toda rede municipal de ensino pudesse acompanhar esse ciclo de formação.
Também estiveram presentes ao evento a prefeita Renata Sene, o vice-prefeito, Ildo Gusmão, a secretária municipal de educação Lélia Hartmann, a secretária de educação de Mairiporã e presidente da UNDIME/SP, Márcia Bernardes , e os (as) diretores (as) e equipes das unidades escolares do município.